Monitorar o tráfego de pessoas em locais públicos ou privados torna-se cada vez mais efetivo por meio da implementação da tecnologia, que contribui com recursos avançados no controle de acesso em portarias de médio a grande estruturas como em prédios empresariais, condomínios e hotéis, por exemplo.
O controle de acesso garante a segurança da entrada e saída de pessoas, registra informações de forma simplificada, bloqueia ingresso de não autorizados, apresenta fluxo de visitantes, além de preservar o patrimônio de possíveis invasões ou furtos.

Benefícios do Controle de Acesso

Com o advento da tecnologia, o controle de acesso de visitantes de um edifício comercial ou moradores de condomínios tornou-se o sistema de alta performance mais eficaz e seguro, por apresentar agilidade, flexibilidade e economia.
Existem ainda outros benefícios decorrentes à modernização de controles de acesso, são eles:

  • Diminuição de custos na admissão de profissionais de segurança;
  • Gestão da quantidade de pessoas no ambiente;
  • Identificação de visitantes e fácil acesso às informações cadastradas;
  • Bloqueio de pessoas não autorizadas.

 

Modelos de Controle de Acesso

O mercado atual oferece inúmeros tipos de controle de acesso que são instalados de acordo com a estrutura e demanda que o ambiente exige, podendo ser classificados como:

Controle de Acesso Biométrico

O sistema biométrico é uma tendência na incorporação tecnológica em controles de acesso, por liberar a entrada e saída de pessoas através da identificação da digital, senha e reconhecimento facial (em alguns casos).
As métricas utilizadas no controle de acesso biométrico evitam fraudes e bloqueiam automaticamente dados não compatíveis aos cadastrados. Outra característica muito interessante sobre a biometria é o baixo custo.

Controle de Acesso Físico

Denomina-se como o método tradicional de controle de acesso, composto por barreiras físicas parede ou muro controlados por um profissional que possui autonomia em administrar meios eletrônicos como catracas e mecânicos como portões.
O controle de acesso físico requer manutenção regular dos equipamentos e treinamentos dos profissionais para qualquer tipo de situação que possa vir acontecer.

Controle de Acesso com Cartão Magnético

Considerado o mecanismo mais comum no controle de acesso, o cartão magnético possui uma tarja de armazenamento de dados básicos do usuário como nome completo e numeração específica, para assegurar informações e limitar a transição de pessoas.
O controle de acesso com cartão magnético pode ser empregado das seguintes formas:
Proximidade ao leitor de códigos de uma catraca;
Deslizados por uma fenda de pontos eletrônicos;
Introdução parcial ou total do cartão em uma catraca para liberar a entrada ou saída.

Manutenção Preventiva

Assim como em todo serviço de inteligência, controles de acesso compostos por softwares exigem manutenção conforme necessidade e eventuais falhas que possam ocasionar mau funcionamento dos mecanismos.