Os 5 principais erros do controle de acessos

Se você é responsável pela segurança eletrônica de um condomínio, uma empresa ou qualquer tipo de estabelecimento, sabe que o controle tecnológico de acessos é algo bem complexo, porque qualquer coisa fora do padrão pode trazer riscos para toda uma estrutura.

Pensando nisso, listamos os 5 principais erros do controle de acessos, para que não os cometa em caso algum!

Erro 1: Banco de dados de controle de acessos desatualizado

Um erro bastante comum é a não atualização dos dados de antigos funcionários no banco de dados de acesso.

O que você pode fazer para evitar isso é implantar uma rotina por checklist pós processo demissional, além, é claro, de integrar os sistemas de ERP e controle de jornada ao controle de acessos.

Erro 2: Facilidade de burlar o sistema

Quem nunca soube de alguma história sobre alguém que subiu em um prédio apenas dizendo que “fulano o está esperando”?

Os erros de acesso mais comuns são humanos, não de sistemas.

Por isso, garantir um processo claro de acesso, com restrições tecnológicas, é tão essencial.

Erro 3: Burocracia demasiada

Contrapondo o item 2, burocracia demais é tão ruim quanto a de menos.

Você já entrou em um prédio com uma fila enorme na recepção porque o processo de acesso é muito lento?

Segurança não deve significar falta de agilidade e depredação da produtividade!

Com o sistema de controle de acessos certo, seu fluxo de entrada e saída é muito mais eficiente.

Erro 4: Falta de manutenção

Já cheguei a ver muitos condomínios, principalmente os mais antigos, com catracas quebradas.

Isso se deve a falta de manutenção preventiva.

Quando procurar seu fornecedor de controle de acessos, verifique como funciona todo o seu processo de manutenção. Isso é tão importante quanto o sistema em si.

Erro 5: Quantidade de acessos mal dimensionados

Isso é um erro de engenharia de fluxo.

Se você entrar em um lugar que afunila muito o acesso, gerando filas e atrasos de entrada, pode ter certeza que este lugar teve seu acesso mal dimensionado.

Um dos cuidados que seu fornecedor deve ter é em te auxiliar neste processo, para que não ocorram problemas nem com os equipamentos, nem com o funcionamento do local em que os controles estão instalados.

Erro 6 (bônus): Depender apenas do crachá para passar pelo controle de acessos

Quando o funcionário esquece o crachá é bem complicado para passar pelo controle!

Isso é uma dor de cabeça que pode ser evitada utilizando controles mais eficientes e atuais, como o Acesso Fácil.

Você conhece algum outro erro comum que esquecemos de colocar aqui?

Se sim, não esqueça de colocar nos comentários!

Até mais.

Compartilhe e comente!

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn